Portal do Governo Brasileiro

sync

Descrição

Quando você acessa um arquivo, o Linux faz uma cópia deste arquivo e coloca esta cópia na memória cache. É com esta cópia que o Linux trabalha, pois o acesso à memória é mais rápido que o acesso a uma unidade de disco (rígido ou flexível).

Portanto, quando você modifica o arquivo, o Linux modifica, na realidade, a cópia do arquivo armazenada na cache, e não o arquivo real. De tempos em tempos, o Linux grava os dados da memória nas unidades de disco.

O comando sync é utilizado para forçar a atualização destes dados. Por exemplo, se você gravou um arquivo no pen drive, antes de removê-lo, é importante garantir que a cópia realmente seja feita. Para isto basta digitar o comando sync (você também pode especificar a opção sync durante a montagem do dispositivo).

Algumas opções do comando

 

  Topo   |   Guia   |   Home